Explosão mata pelo menos 26 soldados na Caxemira

Supostos guerrilheiros islâmicos explodiram um ônibus de um comboio da Força de Segurança da Fronteira, neste domingo, em Jamu-Caxemira, Estado da Caxemira controlado pela Índia. Pelo menos 26 soldados morreram e outros 15 ficaram feridos, muitos em estado grave. Neeraj Sharma, porta-voz da força de segurança, atribuiu os ataques à milícia islâmica que luta pela independência da região ou sua anexação ao Paquistão. Os confrontos no Estado de maioria muçulmana já custou mais de 65 mil vidas em 14 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.