Explosão mata pelo menos 31 pessoas em Damasco

A explosão de um carro-bomba em Damasco, próximo da sede do partido Baath do governo e da embaixada da Rússia, matou pelo menos 31 pessoas, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 08h29

O grupo de ativistas disse que a maioria dos mortos eram civis, mas membros dos serviço de segurança sírio também foram atingidos no ataque desta quinta-feira. Testemunhas e ativistas de oposição disseram que a explosão tinha como alvo um posto central de segurança do bairro de Mazraa.

A televisão estatal síria também relatou a explosão. Segundo a mídia estatal, o incidente foi um ataque "terrorista" causado por um suicida em uma área altamente populosa. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.