Explosão mata pelo menos seis pessoas no Paquistão

Atentado contra centro de vacinação na cidade Peshawar deixou dezenas de vítimas

O Estado de S. Paulo,

07 de outubro de 2013 | 18h19

PESHAWAR - A explosão de uma bomba matou pelo menos seis pessoas e deixou dezenas de feridos nessa segunda-feira, 7, em um centro de saúde na cidade de Peshawar, no Paquistão. Entre as vítimas estão quatro policiais que faziam a segurança do local, um voluntário da campanha de vacinação e um civil.

O atentado ocorreu por volta das 8h30 (horário local) em um centro de vacinação usado como centro de abastecimento pelas equipes de vacinação contra poliomielite. Segundo autoridades, um outro dispositivo explosivo foi encontrado no local, mas especialistas conseguiram desarmá-lo.

Desde dezembro, os atentados contra equipes de vacinação já causaram mais de 30 mortos em várias regiões do Paquistão. A ocorrência mais recente foi registrada há pouco mais de uma semana, quando uma pessoa morreu e outra ficou ferida após a explosão de uma bomba na região tribal de Bajaur, ao norte de Peshawar.

O Paquistão é um dos três países do mundo onde a pólio ainda não foi erradicada. A principal razão seria a oposição e de militantes as campanhas de vacinação, impedindo que as crianças sejam imunizadas. / EFE e AP.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãovacinaçãoexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.