Explosão mata político em Bangladesh

Um político do partido governista bengalês que estava hospitalizado no sudoeste de Bangladesh foi assassinado neste domingo quando agressores não identificados explodiram uma bomba de fabricação caseira em seu leito hospitalar, informou a polícia local.Nenhum grupo reivindicou até o momento a autoria do atentado que matou Mofis Biswas, empresário e líder local do Partido Nacional de Bangladesh, disse o comissário de polícia Khan Syed Hasan em Khulna, 137 quilômetros a sudoeste de Daca.Biswas, de 37 anos, estava internado no Hospital Universitário de Khulna para tratar os graves ferimentos sofridos num outro atentado em 5 de maio no distrito vizinho de Narail, disse Hasan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.