Akhtar Soomro /Reuters
Akhtar Soomro /Reuters

Explosão mata sete suspeitos de terrorismo no Paquistão

De acordo com a polícia, a acidente deve ter sido causado por explosivos que estavam estocados em uma casa

AP,

08 de janeiro de 2010 | 03h30

Uma explosão deixou ao menos sete mortos em uma casa utilizada por suspeitos de terrorismo nesta sexta-feira, 8, em Karachi, a maior cidade do Paquistão.

 

De acordo com a polícia, a explosão deve ter sido causada por explosivos que estavam estocados na residência.

 

As autoridades locais encontraram granadas, coletes preparados para atentados suicidas e armamento na casa, explicou o inspetor policial Sardar Majeed, citado por veículos da imprensa paquistanesa.

 

Segundo ele, parte do edifício caiu, por isso ainda poderia haver mais vítimas entre os escombros.

As forças de segurança isolaram a zona e prenderam duas pessoas, enquanto os serviços de resgate transferiram os feridos para um hospital da cidade.

 

Nas últimas semanas, a metrópole de Karachi, com mais de 14 milhões de habitantes, foi alvo de diversos fatos violentos.

 

No final de dezembro, aconteceram três atentados em três dias consecutivos contra procissões da minoria muçulmana xiita; o último deles deixou 44 mortos.

 

Desde a virada do ano, pelo menos 23 pessoas morreram, oito delas ontem, em assassinatos e tiroteios realizados por grupos mafiosos vinculados a vários partidos políticos que mantêm disputas étnicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.