Explosão mata três crianças no Afeganistão

A morte das crianças poderia ter sido causada pela ativação de explosivos abandonados

EFE

24 de maio de 2008 | 04h58

Três crianças afegãs morreram na quarta-feira passada em uma explosão na província de Fariab (norte do Afeganistão), informou a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan. As investigações feitas pelas autoridades afegãs indicam que a morte das crianças poderia ter sido causada pela ativação de explosivos abandonados, segundo um comunicado da Isaf. "Apresentamos nossas condolências às famílias das crianças", disse na nota o porta-voz militar da Isaf Carlos Branco. O porta-voz da Otan aproveitou para assinalar a "importância" de que os civis não se aproximem desses explosivos que não foram detonados, e pediu aos aldeões que entrem em contato com as autoridades afegãs ou com a Isaf quando encontrarem estes artefatos. No entanto, aldeões da região de Fariab asseguraram que tropas da Isaf que viajavam em um comboio mataram as crianças a tiros. O vice-governador de Fariab, Abdul Sattar, disse que as autoridades investigam o incidente, e indicou que as primeiras informações demonstram que as crianças teriam morrido na detonação de explosivos abandonados, como assegura a Isaf.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.