Explosão mata três pessoas no Japão

Um homem detonou um explosivo em um prédio de escritórios, en Nagoya, região oeste do Japão, matando, além dele próprio, um refém e um oficial de polícia. Segundo as primeiras informações, Noboru Beppu, de 52 anos, invadiu o local para cobrar salários atrasados no valor de US$ 2,3 mil e tomou oito funcionários como reféns. Depois de três horas de negociações, transmitidas ao vivo pela TV local, a história terminou de forma trágica. Sete reféns foram libertados 10 minutos antes da explosão, que feriu, pelo menos 23 pessoas, destrui janelas e provocou um incêndio que durou cerca de um hora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.