Explosão na Arábia Saudita deixa dois mortos

Um explosão em uma movimentada rua comercial da cidade de Khobar, no leste da Arábia Saudita, matou hoje pelo menos duas pessoas e feriu outras quatro, informou a televisão nacional. Todas as vítimas eram estrangeiros. De acordo com testemunhas que falaram com a Associated Press por telefone, a polícia isolou a área da explosão, que ocorreu às 20h (horário local) em frente a uma loja de relógios na Rua Rei Khaled. A região tem estado tensa desde os ataques terroristas nos Estados Unidos em 11 de setembro. Washington considera o dissidente saudita Osama bin Laden o principal suspeito pelos atentados e exige a sua entrega por parte do Afeganistão, país que lhe concedeu abrigo. Em Washington, um porta-voz da Casa Branca, que pediu para não ser identificado, disse que a explosão aparentemente não tem ligação com os atentados em Nova York e Washington. "Estamos coletando informações, mas até aqui temos razões para acreditar que trata-se de um caso isolado", afirmou a fonte. Em 1996, 19 soldados norte-americanos morreram quando membros do Hezbollah (Partido de Deus) saudita realizaram um atentado contra um edifício na mesma cidade de Khobar. Desde então ocorreram várias explosões no país. No entanto, autoridades descartam qualquer vínculo com o terrorismo.

Agencia Estado,

06 Outubro 2001 | 17h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.