Explosão na China mata pelo menos 47 pessoas

Pelo menos 47 pessoas morreram em decorrência de uma explosão ocorrida nesta segunda-feira em Mafang, cidade localizada na província de Shaanxi, no noroeste de China. Além das mortes, outras 89 pessoas ficaram feridas e 12 ainda continuam desaparecidas. Uma testemunha que não quis se identificar afirmou ter visto entre 80 e 90 cadáveres no local do sinistro. A explosão destruiu inúmeras casas, e oito famílias inteiras morreram na tragédia, inclusive uma que possuía 16 membros. A polícia informou que a tragédia foi causada por explosivos que estavam escondidos ilegalmente na cidade, mas se recusou a dar maiores detalhes sobre o número de vítimas. A polícia procura um homem suspeito de ter levado os explosivos para a casa do irmão, em Mafang. Ele teria levado os artefatos para lá depois de sua fábrica ilegal, localizada nas montanhas da província de Shaanxiser, ter sido fechada no início de abril por inspetores de segurança. Equipes de resgate foram deslocadas para a região. Na China, são bastante freqüentes as explosões de artefatos e fogos de artifício produzidos de maneira ilegal, geralmente fazendo vítimas mortais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.