Explosão na maior refinaria da Venezuela mata 19

Uma forte explosão ocorreu neste sábado na refinaria de Amuay, a maior da Venezuela e uma das maiores do mundo, deixando ao menos 19 mortos e 53 feridos, segundo autoridades locais. Entre os mortos havia um menino de 10 anos. A explosão, provocada por um vazamento de gás, ocorreu pouco depois das 11h00 de sexta-feira no horário de Brasília (1h00 deste sábado, no horário local), segundo o ministro do Petróleo, Rafael Ramírez.

AE-AP, Agência Estado

25 de agosto de 2012 | 09h18

Algumas casas dos arredores ficaram danificadas no acidente, informou Ramírez. De acordo com a governadora do Estado de Falcón, Stella Lugo, "as áreas que tinham de ser evacuadas foram evacuadas." "A situação está sob controle. Claro que ainda há um incêndio, mas...os especialistas me disseram que não há risco de outra explosão", afirmou a governadora.

Amuay faz parte do complexo de Paraguana, que também inclui a refinaria de Cardón. Juntas, as refinarias processam 900 mil barris de petróleo e 200 mil barris de gasolina por dia. Ainda não se sabe até que ponto o acidente pode comprometer os embarques de petróleo da Venezuela, que é membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelarefinariaexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.