Explosão na sede da Fedecámaras mata 1

Uma bomba destruiu ontem parte da fachada da sede da principal organização empresarial da Venezuela, a Fedecámaras, entidade opositora ao presidente Hugo Chávez. A explosão matou uma pessoa, identificada pela Polícia Municipal de Chacao como um inspetor da Polícia Metropolitana. Perto do edifício foram encontrados panfletos de uma campanha na qual o governo venezuelano culpa os empresários pela alta de preços e problemas de desabastecimento de produtos básicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.