Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Explosão na sede do governo tailandês deixa 1 morto

Pelo menos 23 pessoas ficaram feridas, 11 em estado grave; local está ocupado por manifestantes desde agosto

Efe,

20 de novembro de 2008 | 00h02

Pelo menos uma pessoa morreu e outras 23 ficaram feridas após a explosão de uma bomba atirada no interior da sede do governo da Tailândia, em Bangcoc, ocupada por manifestantes antigovernamentais desde agosto. A bomba, que segundo a Polícia seria uma granada M79, explodiu por volta das 3h25 de quinta-feira (18h25 desta quarta em Brasília) no meio de um grupo de seguidores da Aliança do Povo para a Democracia (PAD), organizadora dos protestos que mantêm sob pressão o governo. Fontes da Aliança indicaram que uma pessoa morreu ao ser levada ao hospital, e que os feridos foram internados em diversos centros médicos da capital tailandesa, 11 deles em estado grave. A explosão ocorreu vários dias depois que o general Khattiya Sawasdiphol, um dos líderes do movimento de apoio ao ex-primeiro-ministro deposto, Thaksin Shinawatra, ameaçou a Aliança com ataques se não desocupasse a sede governamental. O porta-voz de Shinawatra, deposto em setembro de 2004 e condenado em outubro a dois anos de prisão por abuso de poder, se encontra em Dubai, para onde viajou depois que as autoridades do Reino Unido revogaram seu visto.

Tudo o que sabemos sobre:
explosãoTailândiamanifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.