Explosão no Iraque mata 10 e fere 23 pessoas

Pelo menos dez civis morreram neste domingo e outros 23 ficaram feridos devido à explosão de um carro-bomba estacionado junto a um mercado popular no centro de Mahmudiya, 40 quilômetros ao sul de Bagdá, segundo fontes da polícia. O oficial de polícia Wisam Saad informou que a explosão ocorreu às 16h, 9 horas de Brasília, na rua principal da localidade. A fonte explicou que o número de vítimas poderia aumentar, porque o lugar do atentado costuma estar cheio de gente no horário da explosão, por ser uma das principais áreas comerciais da localidade e um lugar onde fica a maioria das clínicas privadas. Mahmudiya se caracteriza por ser uma localidade onde convivem xiitas e sunitas, sem que nenhum dos dois credos predomine sobre o outro, e por ter registrado vários episódios de violência. Ainda neste domingo, pelo menos quatro pessoas morreram e outras seis ficaram feridas após a explosão de outro carro-bomba em Bagdá, informou o porta-voz do Ministério do Interior. O veículo, que estava estacionado perto de uma mesquita sunita no bairro de Kamaliya, no sudeste da capital, explodiu às 10h30, 3h 30 de Brasília. Um atentado cometido em 22 de fevereiro contra um mausoléu xiita na cidade de Samarra gerou uma onda de violência sectária, que matou dezenas de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.