Explosão no partido curdo mata 4 no Iraque

Uma explosão em frente ao escritório do partido político curdo, União Patriótica do Curdistão, em Kirkuk, no norte do Iraque e onde concentram-se alguns dos principais campos de petróleo do país, deixou quatro pessoas mortas e pelo menos 25 feridas. A explosão ocorreu no começo do dia. Em Bagdá, dois homems armados abriram fogo contra a nova Embaixada da Jordânia, atingindo um guarda da segurança iraquiana. A embaixada havia sido transferida de local depois de ter sido atingida, em 7 de agosto, por um carro-bomba, quando 19 pessoas morreram. A explosão ocorrida em Kirkuk foi provocada, aparentemente, por explosivos que estavam encondidos em uma picape. O partido União Patriótica do Curdistão apóia os norte-americanos e seu líder, Jalal Talabani, é atualmente chefe do Conselho de Governo do Iraque, instituído pelos EUA.Um dos grupos rivais do partido na região curda, Ansar al-Islam, provavelmente tem ligações com o grupo al-Qaeda. Ninguém assumiu responsabilidade pelo ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.