Explosão perto de casa de governador mata 25 no Iraque

Atentado na cidade de Diwaniyah deixou pelo menos outras 30 pessoas feridas

AE, Agência Estado

21 de junho de 2011 | 08h46

Bombeiros observam casa destruída pelo ataque em Diwaniyah      

 

 

 

BAGDÁ - Dois carros-bombas explodiram nesta segunda-feira, 21, perto da residência de um governador provincial, no Iraque. A explosão matou pelo menos 25 pessoas e feriu outras 30, segundo autoridades locais. O atentado ocorreu na cidade de Diwaniyah, no centro do país, informou um funcionário do Ministério da Defesa.

A violência ocorre quando autoridades políticas iraquianas começam a discutir se pedem às tropas norte-americanas que fiquem mais tempo, após a retirada prevista para dia 31 de dezembro, por causa dos problemas de segurança. A violência caiu nos últimos anos, porém os militantes ainda são capazes de lançar grandes ataques.

Os atentados são, porém, raros na província de maioria xiita de Diwaniyah, 130 quilômetros ao sul de Bagdá, e bem ao sul da maioria dos focos de insurgência. O governador provincial, Salim Hussein Alwan, disse que estava deixando sua casa quando houve o atentado. Alwan não ficou ferido, segundo funcionários.

Em Bagdá, uma bomba explodiu em um micro-ônibus e matou o motorista, informou um porta-voz do Exército. Dois soldados morreram e cinco pessoas ficaram feridas quando uma bomba colocada à beira de uma estrada atingiu uma patrulha do Exército iraquiano, também na capital do país. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadosexplosãomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.