Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Explosão próxima a escola fere estudantes em Bucareste

Um artefato explodiu hoje em frente a uma escola de Bucareste freqüentada pelo filho do primeiro-ministro romeno e vizinha da residência privada do presidente. Quatro estudantes, meninas, ficaram feridas. Além disso, prédios e carros próximos à área onde ocorreu a explosão foram danificados.Uma estudante de 13 anos teve um ferimento grave no estômago, causado por pedaços de metal lançados pela explosão, afirmou Luca Vasilescu, um médico do Hospital de Emergências de Bucareste. Três outras estudantes, com idades entre 13 e 17 anos, ficaram levemente feridas e estão em observação no mesmo hospital.O primeiro-ministro Adrian Nastase disse que a explosão foi causada por uma granada ou um artefato explosivo caseiro, laçado de um carro. A explosão ocorreu em frente à escola secundária Jean Monet.Embora o filho do premier, Andrei, de 16 anos, tenha se transferido recentemente para a escola e se encontrasse no local no momento da explosão, Nastase disse acreditar que o ataque não buscou nenhum alvo em particular. Segundo o premier, seu filho nada sofreu e está bem. "Estou mais preocupado com as jovens (que se feriram)", afirmou.De acordo com a emissora de rádio Europa FM, a esposa do presidente Ion Iliescu, Nina, foi retirada da residência privada da família, localizada a poucas quadras da escola, depois da explosão. O presidente está em viagem ao exterior.Segundo a agência de notícias Mediafax, a polícia de Bucareste, que abriu uma investigação sobre o caso, realizava hoje uma busca por um carro preto. Autoridades afirmaram também que a segurança nas escolas da capital será reforçada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.