Explosão soterra três pessoas em mina nas Filipinas

Uma explosão danificou a estrutura de uma mina de ouro ilegal no litoral das Filipinas, deixando três trabalhadores presos nesta quinta-feira. De acordo com o chefe do Escritório de Minas e Geociências do país, Leo Jasareno, a dinamite usada para extrair minérios atingiu o poço da mina, fazendo com que a água do mar invadisse o fosso.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 10h01

Os investigadores afirmam que pelo menos três mineiros estão presos nos túneis subterrâneos da cidade de Paracale, que fica a 190 quilômetros ao leste da capital Manila. Eles temem que outros trabalhadores também estejam desaparecidos.

"Há o relato de um mineiro que afirma ter sobrevivido. Ele disse estar com 11 companheiros no subterrâneo", declarou Jasareno. O conselho de mineração, o governo local, a polícia e uma companhia de mineração que opera nas redondezas estão participando dos esforços de resgate. O clima, no entanto, não é de otimismo.

"As perspectivas são frágeis, considerando que as aberturas verticais estão inundadas. A área de trabalho subterrânea está cheia de água", disse Jasareno.

O Departamento de Meio Ambiente estima que 70% de todo o ouro produzido nas Filipinas vem de minas ilegais, superando o resultado de empresas de mineração que operam legalmente.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinasmina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.