Explosivo em terminal rodoviário aumenta pânico dos norte-americanos

A descoberta de uma mala contendo cerca de 150 gramas do explosivo plástico C-4 e 300 metros de fio fechou o terminal rodoviário de Filadélfia durante quatro horas na tarde desta sexta-feira e aumentou o sentimento de insegurança dos norte-americanos diante da crescente ameaça de novos atos terroristas no país. O material, que é de uso exclusivo de forças militares, estava numa mala abandonada num bagageiro da estação de passageiros. A polícia disse que não se tratava de uma bomba, porque não foi encontrado nenhum detonador dentro da mala. Mas um membro da unidade antibomba disse que o explosivo encontrado era suficiente para destruir o terminal rodoviário. O mesmo tipo de explosivo foi usado no ataque contra o navio da marinha norte-americana USS Cole, no Iêmen, no ano passado. O FBI iniciou uma investigação para tentar descobrir a origem do material - que é um dos quatro componentes necessários para se fazer uma bomba. A descoberta do explosivo aconteceu no mesmo dia em que foram confirmados mais dois casos de exposição ao antraz - uma funcionária do jornal York Post e mais um emprego dos correios de Trenton, Nova Jersey, por onde passaram duas cartas contendo a bactéria endereçadas à rede NBC e ao Senado dos EUA. Leia o especial

Agencia Estado,

19 Outubro 2001 | 21h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.