Explosivos usados contra ONU saíram do arsenal de Saddam

A explosão que devastou o quartel-general da ONU em Bagdá foi provocada com munições do antigo arsenal de Saddam Hussein - uma bomba de 200 quilos, assim como artilharia soviética, mísseis de morteiro e granadas de mão, diz um investigador do FBI. Especialistas dizem que ainda é cedo para afirmar quem preparou o atentado - se apoiadores de Saddam ou terroristas estrangeiros.Sinais de mísseis de morteiro e granadas foram encontrados no local da explosão, disse o agente especial do FBI Thomas Fuentes. Os terroristas encheram um caminhão KAMAZ, de fabricação soviética, com mais de 500 quilos de munição antiga. ?Essas munições estavam provavelmente de posse dos militares iraquianos durante o regime de Saddam?, disse Fuentes. ?Alguém com acesso a um grande estoque militar juntou tudo no caminhão e dirigiu pela rua?, comentou. Com base nessas informações, autoridades iraquianas vêem indícios de participação de grupos leais a Saddam no atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.