Explosões de 5 carros-bomba matam 41 no sul do Afeganistão

Pelo menos 66 pessoas ficaram feridas em atentados coordenados em Kandahar, reduto Taleban no sul

25 de agosto de 2009 | 14h03

Pelo menos 41 pessoas morreram em uma série de explosões ocorrida nesta terça-feira em Kandahar, no sul afegão, informaram autoridades locais. Cinco carros-bomba explodiram quase simultaneamente no atentado. Um general da polícia local disse que pelo menos 66 pessoas ficaram feridas.

 

Um membro do conselho provincial, Haji Agha Lalai, disse que cinco carros repletos explosivos foram detonados praticamente ao mesmo tempo, na noite de terça-feira (hora local). Lalai disse que o alvo era uma empresa de construção japonesa que emprega, em sua maioria, engenheiros paquistaneses. Não estava claro, entretanto, o motivo pelo qual a empresa seria alvo de um ataque extremista.

 

Militantes do Taleban têm realizado vários ataques em Kandahar. A cidade é o berço espiritual do grupo islamita.

 

ma bomba matou quatro soldados norte-americanos no sul do Afeganistão, informaram os militares dos Estados Unidos. Um porta-voz militar afirmou que os quatro morreram em uma explosão nesta terça-feira.

 

Com o ataque, sobe para 41 o número de soldados dos EUA mortos em território afegão neste mês, o segundo mais mortífero no país desde a invasão de 2001, liderada pelos norte-americanos. No mês passado ocorreu o recorde, com 44 soldados dos EUA mortos.

 

A violência aumentou muito no território afegão nos últimos três anos. Os EUA mantêm 60 mil tropas no país, um número recorde.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.