Explosões de bombas matam 1 e ferem 4 no sul das Filipinas

O portador de uma bomba morreu na explosão ao se aproximar de uma blitz da Polícia

EFE,

31 de dezembro de 2008 | 02h57

Um suposto terrorista morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas em explosões de bombas na região do sul das Filipinas, indicaram nesta quarta-feira fontes militares. O portador de uma bomba, cuja identidade e filiação política se desconhecem, morreu na explosão ao se aproximar de uma blitz da Polícia, em Mindanao. O porta-voz do comando militar regional, tenente-coronel Julieto Ando, disse em coletiva de imprensa que um policial sofreu ferimentos graves por causa da explosão da bomba. Ando disse que a bomba explodiu, aparentemente, devido a uma má montagem e no momento em que a vítima a transportava para outro lugar. Em outra explosão, também na terça-feira passada, um policial e dois civis ficaram feridos quando uma pessoa não identificada jogou uma granada contra um posto policial também em Mindanao. No sul de Mindanao acontecem os combates entre o Exército filipino e os rebeldes da Frente Moura de Libertação Islâmica (FLI).

Tudo o que sabemos sobre:
FILIPINAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.