Explosões de bombas matam 13 pessoas no Iraque

Ataque suicida matou sete policiais iraquianos na cidade de Taji

AE, Agência Estado

22 de maio de 2011 | 09h50

Uma série de explosões de bombas em Bagdá e no entorno da capital do Iraque mataram 13 pessoas e feriram mais de 50 hoje, segundo funcionários do setor de segurança.

O ataque mais mortífero ocorreu quando sete policiais iraquianos foram mortos e 10 outros ficaram feridos, em um atentado suicida na cidade de Taji, 25 quilômetros ao norte da capital, informou uma fonte do Ministério do Interior, pedindo anonimato.

Também neste domingo, a missão naval britânica de treinamento no Iraque afirmou que não há mais pessoal militar britânico encarregado de treinamento no país. A informação foi confirmada por um porta-voz do governo de Bagdá à France Presse.

O funcionário Ali al-Dabbagh confirmou que as forças britânicas haviam concluído sua missão de treinamento. Questionado sobre se havia mais soldados e forças navais britânicas no Iraque, exercendo outras funções, Dabbagh disse que sim. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.