Explosões de carros-bomba deixam 34 mortos no Iraque

Uma série de explosões de carros-bomba em bairros xiitas de Bagdá e numa cidade próxima à capital iraquiana provocou a morte de pelo menos 34 pessoas nesta terça-feira, informaram autoridades locais. Dezenas de pessoas ficaram feridas.

AE, Agência Estado

13 Maio 2014 | 15h22

Os atentados coincidem com as comemorações de aniversário do Imã Ali, primo e cunhado do profeta Maomé e importante figura do Islã.

Ao todo, sete carros explodiram nas zonas norte, leste e central da capital iraquiana. Em Cidade Sadr, na zona leste de Bagdá, um atentado matou quatro pessoas e feriu seis. Outra explosão no mesmo bairro matou dois iraquianos e feriu mais sete.

Em Balad, uma cidade xiita cerca de comunidades sunitas situada 80 quilômetros ao norte de Bagdá, a explosão de um carro-bomba deixou seis mortos e 17 feridos.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade imediata pelos ataques, que apresentam similaridades com os grupos sunitas inspirados na rede extremista Al-Qaeda. Eles consideram os xiitas "infieis".

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 8,8 mil pessoas morreram no Iraque em 2013. É o maior número de mortes desde os conflitos registrados em 2007 e 2008. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iraque atentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.