Explosões de carros-bomba matam 13 e ferem 83 em Bagdá

A explosão de dois carros-bomba no estacionamento de um posto policial de Bagdá matou pelo menos 13 pessoas e deixou 83 feridas neste domingo, 22, segundo informações da polícia iraquiana. As explosões ocorreram por volta das 10 horas (horário local, 3 horas de Brasília) em Baiyaa, uma área habitada por sunitas e xiitas no oeste da capital iraquiana.Entre as vítimas, há policiais e civis. As explosões danificaram várias casas perto do posto policial e os feridos foram levados para o Hospital Yarmouk, em Bagdá. Segundo informações da agências de notícias Efe, pelo menos dois policiais estão entre os mortos e outros 40 agentes do corpo de segurança teriam ficado feridos.O atentado duplo causou também danos materiais na delegacia e nos edifícios próximos, além de provocar o incêndio de vários veículos civis e da polícia, acrescentaram as fontes. Equipes de resgate continuavam trabalhando em busca por mais vítimas entre os escombros dos edifícios destruídos no atentado.As forças de segurança iraquianas isolaram o local da explosão e receberam o reforço de soldados americanos, que chegaram à região em helicópteros.Os novos ataques foram registrados um dia depois de o Ministério do Interior iraquiano anunciar que na segunda-feira, 23, começa a empregar novas equipes para detectar os carros-bomba e os artefatos explosivos no marco do novo plano de segurança para a capital iraquiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.