Explosões em Argel matam 20

Duas bombas explodiram nesta terça-feirana capital da Argélia, matando 20 pessoas e ferindo outras 43,informou uma fonte de segurança. Uma das explosões matou 15 pessoas perto do prédio da CorteConstitucional e a outra matou cinco junto a uma área ondeestão escritórios da Organização das Nações Unidas (ONU) e umadelegacia policial, no sofisticado distrito de Hydra, segundo afonte. Depois da primeira explosão, as pessoas correram para asruas em pânico e o barulho de sirenes tomou o ar. "Estava próximo quando ouvi uma enorme explosão. Estoucheio desta situação", desabafou à Reuters Mohamed Selnani. As linhas telefônicas na cidade de três milhões dehabitantes ficaram congestionadas ou não estavam funcionando. A Argélia recupera-se de mais de uma década de violênciaque começou em 1992, quando o governo da época, apoiado pelasForças Armadas, suspendeu as eleições que um partido islâmicoradical deveria ganhar. A violência diminuiu desde então, mas rebeldes alinhadoscom a rede Al Qaeda já conduziram uma série de ataques nesteano, incluindo atentando suicidas em Argel, em abril, quemataram 33 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.