Explosões em funeral matam oito pessoas no Iraque

Policiais e funcionários de um hospital relataram que duas explosões, por um homem-bomba e um carro-bomba, ocorreram no funeral de um oficial sênior do Exército na província rebelde de Anbar, matando oito pessoas e ferindo 13.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2014 | 16h49

As autoridades disseram que o ataque no domingo perto da capital provincial de Ramadi atingiu o funeral do brigadeiro-general Abdul-Majid al-Fahdawi, que foi morto por um morteiro em Qaim, na fronteira com a Síria, na sexta-feira, dia em que os militantes sunitas dia tomaram o controle da cidade.

Segundo as fontes, primeiro um homem-bomba detonou seus explosivos no salão onde o funeral estava sendo realizado. Dois minutos depois, o carro-bomba explodiu quando os amigos e parentes estavam fugindo. Os funcionários falaram sob condição de anonimato porque não foram autorizados a falar com a imprensa. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.