Explosões matam 10 na posse do presidente da Colômbia

Pelo menos 10 pessoas morreram hoje perto do Congresso no momento em que Alvaro Uribe Vélez prestou juramento como novo presidente da Colômbia. Minutos antes, escutaram-se várias explosões em torno da sede do Legistaltivo, perto do Palácio Presidencial, no momento em que Uribe, fortemente protegido, entrava na sede do Legislativo. Segundo informações da imprensa, dois botijões de gás carregados de explosivos foram detonados no estacionamento da Casa de Nariño, a sede presidencial. O presidente Uribe Vélez entrou no edifício do Congresso aparentemente sem perceber as explosões. Não se sabe de que lugar os dispositivos explosivos foram acionados.

Agencia Estado,

07 Agosto 2002 | 17h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.