Explosões matam 12 pessoas no Cáucaso russo

Doze pessoas foram mortas e mais de 20 ficaram feridas na noite desta quinta-feira, após duas explosões terem atingido um posto policial na periferia da capital da república russa do Daguestão, Makhachkala. "Doze pessoas foram mortas, incluídos três civis, bem como três empregados do Ministério das Situações de Emergências da Rússia. Todas as outras vítimas fatais eram policiais" disse um porta-voz do Ministério do Interior do Daguestão, Vyacheslav Gasanov. O Daguestão é um república russa no Cáucaso que enfrenta a violência sectária.

AE, Agência Estado

03 Maio 2012 | 20h21

Gasanov disse que as explosões ocorreram em um intervalo de 15 minutos. Segundo ele, os incidentes estão sob investigação. A agência estatal russa de notícias RIA Novosti disse que pelo menos 17 pessoas ficaram feridas nas explosões.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Rússia violência Daguestão Cáucaso

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.