Karim Kadim/AP Photo
Karim Kadim/AP Photo

Explosões matam ao menos 5 e ferem 35 em Bagdá

Atentados acontecem no dia do encontro de Obama com primeiro-ministro do Iraque

Efe

22 de julho de 2009 | 05h51

Cinco pessoas morreram e 35 ficaram feridas em três explosões ocorridas na noite desta terça-feira em diferentes pontos de Bagdá, elevando o número de pessoas falecidas nas últimas 24 horas para 14, informaram hoje fontes policiais.

 

As cinco pessoas morreram depois da explosão de dois artefatos em um mercado popular do bairro de Al-Huseiniya, no norte de Bagdá.

 

As duas bombas foram detonadas em um breve intervalo de tempo e também deixaram 28 feridos, além de danos materiais nos edifícios próximos.

 

Outras sete pessoas ficaram feridas em outro atentado no bairro de Rahmaniya, na região central da capital iraquiana.

 

Apenas três semanas depois da saída das tropas americanas dos núcleos urbanos do Iraque, 14 pessoas morreram entre ontem e hoje no país em diversos atos violentos.

 

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, que está em visita oficial aos Estados Unidos, se reúne hoje com o presidente americano, Barack Obama, para falar da situação política e de segurança no Iraque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.