Explosões matam ao menos nove e deixam feridos no Afeganistão

Comboios foram atingidos por bombas em estradas por onde passavam em Kandahar

Efe,

16 de março de 2010 | 07h43

Pelo menos nove pessoas morreram nesta terça-feira, 16, em decorrência de duas explosões enquanto seus veículos trafegavam por diferentes pontos da província de Kandahar, no sul do Afeganistão, segundo fontes oficiais.

 

O porta-voz do governador de Kandahar, Zelmai Ayubi, explicou que morreram seis cidadãos "de origem não afegã", forma velada de dizer que são paquistaneses, após a explosão de uma bomba durante a passagem de seu veículo no distrito de Shah Wali Kot. A Polícia está investigando o motivo da presença das vítimas em Kandahar, uma das províncias afegãs onde o Taleban têm maior influência.

 

O Ministério de Interior do Afeganistão informou que as forças de segurança interceptaram um suicida na capital de Kandahar. O homem ainda detonou a carga explosiva que levava, causando ferimentos a um agente.

 

Em vários comunicados, o Ministério acrescentou que três policiais morreram no distrito de Zherai, também em Kandahar, por conta da explosão de uma bomba enquanto seu comboio passava. Outros seis agentes sofreram ferimentos pela explosão de minas na província vizinha de Helmand e na oriental Khost, segundo o Ministério.

Tudo o que sabemos sobre:
comboioAfeganistãobomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.