Explosões matam pelo menos 47 em Damasco

As explosões de dois carros-bomba em Jamarama, região de Damasco considerada leal ao ditador sírio, Bashar Assad, deixou ao menos 34 mortos na manhã de ontem. Praticamente no mesmo momento, por volta das 7 horas, outras duas explosões ocorridas na mesma região deixaram mais 13 mortos. O distrito abriga membros das minorias drusa e cristã na capital síria.

O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2012 | 02h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.