Explosões no Cáucaso matam pelo menos 6 e ferem 50

Pelo menos seis pessoas morreram e 50, entre policiais e civis, ficaram feridas após a explosão de três carros-bomba em Makhachkala, capital do Daguestão, na região do Cáucaso do Norte, na Rússia, informaram fontes locais nesta quinta-feira. A primeira explosão ocorreu às 19h30 de quarta-feira (12h30 no horário de Brasília). Outras duas aconteceram perto da meia-noite de quinta-feira, no horário local, (por volta de 17h de quarta-feira em Brasília), relatou um representante do Ministério do Interior à agência "Interfax". Segundo ele, os carros foram preparados com vários quilos de TNT.

Agência Estado

22 Setembro 2011 | 05h14

Na região do Mar Cáspio do Daguestão ocorrem tiroteios e explosões de bombas quase que diariamente, e o governo atribui os atentados aos islâmicos que têm ligações com os rebeldes da Chechênia. O Kremlin travou duas guerras contra os rebeldes separatistas da Chechênia na década de 1990, e a violência se espalhou pelas regiões próximas do Daguestão e Ingushetia. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
RússiaDaguestãoatentados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.