Explosões no metrô de Moscou matam 34

Pelo menos 34 pessoas morreram na manhã de hoje, 29, e outras 22 ficaram feridas em duas explosões ocorridas no metrô de Moscou causadas por mulheres-bomba. A primeira delas foi na estação central da cidade de Lubyanka, às 7h56, hora local (0h56 de Brasília), matando 25 pessoas e ferindo outras dez.

Agência Estado

29 de março de 2010 | 03h52

A segunda ocorreu 40 minutos depois, na estação Park Kultury, matando mais 12 pessoas, e deixando outras 12 feridas. Moscou sofreu há mais de uma década com explosões preparadas por militantes em virtude da turbulenta situação na região sudeste da Chechênia; entretanto, nos últimos anos esses ataques tinham se tornado menos frequentes.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.