Explosões no nordeste de Índia marcam dia da independência

"Eram bombas pouco sofisticadas e não havia gente por perto quando explodiram", afirmam policiais

Efe,

15 de agosto de 2007 | 04h17

Quatro explosões abalaram nesta quarta-feira, 15, as celebrações do 60º aniversário da independência da Índia na região de Assam, no nordeste do país. Elas não causaram vítimas, informou uma fonte policial.  Veja também: Índia celebra seus 60 anos de independência  As explosões aconteceram simultaneamente nos distritos de Dhubri e Bongaigaon esta manhã, segundo uma fonte policial citada pela agência indiana Ians. "Eram bombas pouco sofisticadas e não havia gente por perto quando explodiram", explicou um policial da cidade de Dhubri, S. Rabha. Em Bongaigaon, as explosões aconteceram minutos após o ministro de Educação da região, Ripun Bora, hastear a bandeira nas celebrações do Dia da Independência. Assam sofreu uma onda de ataques separatistas nos dias que precederam a comemoração do aniversário da independência da Índia do Reino Unido. O saldo total foi de 36 mortos, em sua maioria trabalhadores imigrantes de língua hindi. A Polícia culpa a Frente Unida para a Libertação de Assam (ULFA), um grupo rebelde que luta pela independência do território desde 1979.

Tudo o que sabemos sobre:
independênciaÍndiaexplosões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.