Explosões no Paquistão deixam pelo menos 24 mortos e 66 feridos

Duas bombas explodiram naterça-feira em plena hora do rush na cidade paquistanesa deRawalpindi, deixando pelo menos 24 mortos e 66 feridos,informou um oficial militar. Uma das bombas explodiu em um ônibus que transportavafuncionários do Ministério da Defesa, informou o general WaheedArshad, porta-voz militar. A segunda explosão aconteceu com uma motocicleta na áreacomercial de Rawalpindi, cidade na qual o exército tem seusquartéis centrais e onde se encontra o aeroporto internacional. "Ambos foram atos terroristas e todos os mortos e feridossão paquistaneses", disse Arshad. As explosões ocorreram quase que simultaneamente, às 7h20(horário local). O ônibus ficou completamente destruído e havia corposmutilados espalhados por toda a rua, disseram testemunhas. Arshad disse que ainda não estava claro se as bombas foramdetonadas por controle remoto ou por militantes suicidas. Oporta-voz militar tampouco detalhou quantas vítimas cadaexplosão causou. O Paquistão tem sofrido uma escalada de violência desdejulho, quando militares cercaram e invadiram uma mesquitaocupada por religiosos radicais, quebrando um acordo de paz comcombatentes da região do Waziristão do Norte, na fronteira comAfeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.