Reprodução Twitter @zero_hour2020
Reprodução Twitter @zero_hour2020

Explosões são ouvidas em Abu Dhabi e autoridades falam em incêndio

Testemunhas disseram ter ouvido duas explosões na cidade que abriga o Mundial de Clubes, no qual o Palmeiras jogou esta tarde; defesa civil diz que apaga incêndio em prédio e não há registro de vítimas

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2022 | 19h42
Atualizado 08 de fevereiro de 2022 | 20h22

Um incêndio atingiu um prédio no centro de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, nesta terça-feira, 8, com as autoridades inicialmente culpando um cilindro de gás por uma explosão capturada pelos celulares e compartilhada nas redes sociais. A agência de notícias estatal WAM relatou o incêndio na Rua Hamdan, na capital, via Twitter. Segundo a agência, ninguém ficou ferido imediatamente. 

Residentes e turistas em Abu Dhabi relataram terem ouvido ao menos duas explosões, gerando o temor de um ataque. A defesa civil da cidade diz que está apagando o incêndio, segundo a agência Reuters. A cidade recebe o Mundial de Clubes da FIFA, no qual o Palmeiras jogou nesta tarde.

Segundo testemunhas oculares ouvidas pelo tabloide britânico Daily Star, um prédio ficou em chamas depois que duas explosões foram ouvidas. Vídeos na internet mostram dezenas de carros de polícia bloqueando alguns acessos na cidade. Um vídeo mostra o momento de uma das explosões e chamas em um prédio. 

A agência WAM descreveu o incêndio como proveniente de "uma explosão de cilindro de gás".  A bola de fogo se dissipou rapidamente nas filmagens e pareceu não causar danos estruturais ao prédio. 

Relatos nas redes sociais dizem que uma das explosões ocorreu a 20 km do hotel onde jogadores do Palmeiras estariam hospedados. O Palmeiras fez sua estreia em Mundial vencendo o time egípcio Al Ahly no Al Nahyan Stadium, por 2 a 0.

Os relatos nas redes sociais mencionaram ataques de drones, mas ainda não há informações por canais oficiais dos Emirados Árabes Unidos. Até o momento, não se sabe qual foi a fonte ou motivação das explosões.

Outro vídeo nas redes sociais mostra a frente de um hotel em que um homem afirma ter ouvido duas explosões. "Todo mundo está falando sobre as explosões em Abu Dhabi, foi ao lado do nosso hotel, parece fogo", disse. "Mas definitivamente ouvimos duas explosões." 

O incidente ocorre depois  que os rebeldes houthis do Iêmen lançaram vários ataques contra Abu Dhabi. No último deles, em meados de janeiro, um ataque de drone matou três pessoas na capital. Os houthis assumiram a responsabilidade pelo atentado, que também feriu outras seis pessoas.

O ataque de janeiro deixou chamas em um local de armazenamento de petróleo perto do aeroporto da capital dos Emirados Árabes Unidos. A ação marcou uma escalada na hostilidade entre os dois lados, que se enfrentam em uma guerra de sete anos no Iêmen.

Os houthis haviam ameaçado lançar ataques contra os Emirados Árabes Unidos depois de perder a área estratégica de Shabwa, nas proximidades de Ma'arib, no nordeste do Iêmen, considerada central para o destino da guerra. Milícias xiitas no Iraque também tinham ameaçado atacar os Emirados Árabes Unidos na mesma época./AP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.