Jose Goitia/AP
Jose Goitia/AP

Expoente da oposição a Fidel morre em Havana

Ex-comandante guerrilheiro Eloy Gutiérrez Menoyo passou 22 anos preso por organizar ações de combate armado

estadão.com.br,

26 de outubro de 2012 | 19h12

HAVANA - O ex-comandante guerrilheiro Eloy Gutiérrez Menoyo morreu nesta sexta-feira, 26, em Havana, aos 77 anos. Nascido na Espanha, Menoyo lutou ao lado de Fidel Castro na Revolução Cubana, mas logo tornou-se um dos expoentes da oposição ao regime e passou 22 anos preso por organizar ações de combate armado.

Veja também:

link Rumores sobre saúde de ex-presidente são comuns

Libertado, em 1986, Menoyo passou um período de exílio em Madri e retornou a Cuba como um defensor do diálogo, tendo até sido recebido por Fidel em 1995. 

Tudo o que sabemos sobre:
Eloy Gutiérrez MenoyoCuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.