Exportação de petróleo continua reduzida no sul do Iraque

No Iraque, diante da ausência de uma demonstração prática das intenções de negociação do líder xiíta Muqtada al-Sadr, o governo voltou a declarar que poderá dar início a uma ofensiva à mesquita sagrada do Imam Ali, em Najaf, nas próximas horas. No sul, as exportações continuam reduzidas, próximas a 1 milhão de barris diários, já que não há condição segura para a reabertura do maior dos dois principais oleodutos que abastecem o Golfo Pérsico. Ainda, um grupo de militantes iraquianos ameaçam matar um refém turco, caso a empresa de transporte em que trabalha não saia do Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.