Extradição de Milosevic pode estar mais próxima

Um partido-chave da composição do atual governo iugoslavo sugeriu, hoje, que poderia vir a retirar seu veto ao projeto de lei que permite a extradição do ex-presidente Slobodan Milosevic que, nesse caso, seria julgado pelo tribunal de crimes de guerra da ONU. Predrag Bulatovic, líder do Partido Socialista do Povo, deu a entender que a legenda está revendo sua oposição cerrada à medida. ?Temos a intenção de chegar a um acordo?, disse Bulatovic.As autoridades compõem o novo governo da Séria - que, juntamente com Montenegro, forma a Iugoslávia - vêm trabalhando num projeto de lei para permitir a extradição de suspeitos de crimes de guerra para a corte internacional baseada em Haia, Holanda. A principal resistência, dentro do governo, vem do PSP, a parte montenegrina da atual aliança governista.Reunida neste domingo, a cúpula do partido espera chegar a uma posição única a respeito da nova lei de extradição. Em seguida, haverá encontros com os parceiros sérvios da aliança para tratar do assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.