Fernando Bizerra/Efe
Fernando Bizerra/Efe

FAB enviará 3 aviões com equipamento médico para Haiti

Aeronaves levarão Hospital de Campanha ao país caribenho, além de 50 profissionais de saúde

AE, Agencia Estado

14 de janeiro de 2010 | 20h27

Três aviões C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) decolam nesta quinta-feira, 14, para o Haiti, levando a estrutura do Hospital de Campanha da Aeronáutica (HCAMP). Os aviões vão partir da Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, segundo informação do Ministério da Aeronáutica.  

 

Veja também:

linkPor falta de espaço para aviões, Haiti suspende aterrissagens

linkBrasil define plano emergencial de ajuda ao Haiti

linkCorpo de Zilda Arns deve chegar ao Brasil na manhã da sexta

linkItamaraty critica ajuda financeira de países ricos

Segundo a nota distribuída à imprensa, as aeronaves vão transportar equipamentos, que incluem 17 módulos do Hospital de Campanha e 34 módulos da Unidade Celular de Intendência (UCI). Essas unidades devem proporcionar toda a infraestrutura necessária para os militares, como geradores e alojamentos. Além disso, uma  equipe de 50 profissionais de saúde da Aeronáutica estará embarcando nessa missão.

De acordo com a nota, o objetivo da FAB é prestar atendimento médico às vítimas do terremoto ocorrido na última terça-feira, em coordenação com o Exército. "O cenário que

VEJA TAMBÉM:
\"especial\" Tragédia e destruição no Haiti
\"especial\" Os piores terremotos na América Latina
\"especial\" Os piores terremotos da década
blog Blog: repercussão em tempo real
blog População do Haiti se comunica com mundo via Web
\"som\" Representante da OEA fala do tremor
\"mais A tragédia em imagens
\"lista\" Leia tudo que já foi publicado
esperamos é um dos piores possíveis, em função da falta de estrutura do país.

A nossa missão é salvar vidas, por isso estamos indo para lá", ressaltou o Brigadeiro-Médico José Maria Calheiros, chefe da missão, segundo a nota da Aeronáutica. O brigadeiro já teve experiências semelhantes nos terremotos de El Salvador e México.

O Hospital de Campanha é um hospital de guerra da FAB, que tem mobilidade, podendo ser estruturado em qualquer local. A expectativa da Aeronáutica é de que o Hospital já esteja funcionando amanhã à noite e em sua configuração completa, com módulos de UTI, raio-x e laboratórios.

A Aeronáutica informou ainda que o Boeing 707 KC 137 da FAB, que decolou hoje às 16h20 da Base Aérea de Brasília, retornará amanhã ao Brasil trazendo os primeiros militares brasileiros feridos no terremoto. A previsão é que o avião pouse no Galeão, no Rio de Janeiro, no início da tarde. A FAB pretende ainda envolver outras aeronaves na operação Haiti, que poderão decolar amanhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.