FAB fará resgate de brasileiros isolados no Peru

Um Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) fará o resgate de cerca de 80 brasileiros que estão "ilhados" pelas chuvas na região de Machu Picchu, no Peru. O avião deverá retornar ao Brasil no domingo, desembarcando os turistas em Brasília e no Rio de Janeiro.

AE, Agencia Estado

29 de janeiro de 2010 | 19h23

Segundo o Itamaraty, a maioria dos brasileiros já deixou a área de risco e os remanescentes estão abrigados em pousadas na cidade de Cuzco, que abriga o aeroporto local, recebendo um modesto auxílio financeiro de cerca de R$ 15 por turista.

Os brasileiros e estrangeiros ficaram isolados depois que a estrada que liga as montanhas de Machu Picchu, famoso sítio arqueológico, ao povoado de Águas Calientes foi destruída por deslizamentos.

O mesmo avião, que deve partir hoje da base aérea do Galeão, no Rio, vai levar assistência humanitária aos flagelados das chuvas torrenciais e inundações que atingiram a região Sul do Peru. Os alimentos, segundo o Itamaraty, atenderão todos os necessitados, tanto brasileiros como demais turistas e a população peruana atingida pelas chuvas.

O desastre natural gerou danos em vias de transporte, o que restringiu a mobilidade de cerca de 1.000 pessoas na região, segundo informou o Itamaraty. Mais de 200 turistas brasileiros, que têm sido gradualmente retirados em operações de resgate, foram e ainda são atendidos pelo "Centro de Apoio aos Brasileiros em Cuzco", montado em caráter emergencial pelo Itamaraty.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.