Fabricantes de cigarros planejam fechar em massa na França

Os fumantes, na França, podem precisar correr para estocar-se: quatro dos cinco fabricantes franceses de tabaco prometem fechar as portas, segunda-feira, em protesto contra o plano de governo de aumentar os impostos dos cigarros.O fechamento de um dia, anunciado pela federação tabagista, foi planejado para a data em que os novos impostos aumentarão os preços do maço cerca de 20%. Será o segundo aumento deste ano. O preço médio do maço, que é de ? 3,90 (R$ 12,90), subirá para ? 4,60 (R$ 15,20). E novos reajustes são esperados para janeiro.O governo diz que o aumento dos impostos faz parte dos esforços para aumentar sua receita e reduzir as doenças relacionadas ao fumo.Prometendo um dia negro de protesto, René Le Pape, que dirige a Confederação Nacional de Tabagismo, diz que 80% do comércio de tabaco planejam tomar parte das manifestações.Mais de um terço dos 60 milhões de franceses fuma. Os legisladores recentemente proibiram venda de cigarros a menos de 16 anos e pretendem tomar medidas severas contra o fumo em lugares públicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.