Facebook entregará dados de 3 mil anúncios comprados por russos na eleição de 2016

Facebook entregará dados de 3 mil anúncios comprados por russos na eleição de 2016

Em transmissão ao vivo em sua página  na rede social, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou nove medidas para tornar a rede social livre de manipulação política

O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2017 | 17h14

WASHINGTON - O  Facebook anunciou na tarde desta quinta-feira, 21, que enviará ao Congresso americano cerca de 3 mil anúncios políticos comprados por clientes na Rússia durante a campanha eleitoral americana. 

Em transmissão ao vivo em sua página  na rede social, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse apoiar a investigação do Congresso sobre a intererência russa na eleição. Ele anunciou nove medidas para tornar a rede social livre de manipulação política.

Segundo Zuckerberg, a partir de agora a plataforma de anúncios eleitorais será mais transparente e os usuários poderão ver quais deles têm relação com candidatos e disputas eleitorais específicas. 

Em um pronunciamento separado, o conselheiro-geral do Facebook, Colin Stretch, disse que a rede social não abre dados de seu conteúdo de maneira alguma, mas a empresa quer ajudar a proteger a integridade do processo eleitoral americano. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.