Faixa de Gaza confirma primeiros casos de gripe suína

Autoridades de saúde da Faixa de Gaza confirmaram hoje os primeiros cinco casos de gripe suína no território. Segundo o médico Hassan Khalaf, não há vacina suficiente para os funcionários do setor de saúde da região. Um funcionário da Organização Mundial de Saúde (OMS) Mahmoud Daher disse que a situação é "séria", pois Gaza tem apenas mil vacinas para aproximadamente 8 mil funcionários do setor de saúde.

AE-AP, Agencia Estado

06 de dezembro de 2009 | 15h00

A razão para a carência parece ser a rivalidade entre o grupo militante Hamas, que controla Gaza, e o Fatah, que domina a Autoridade Palestina e controla a Cisjordânia. Autoridades em Gaza disseram que a Autoridade Palestina deveria enviar os medicamentos, mas mandou poucos deles para Gaza. O já sobrecarregado sistema de saúde da Faixa de Gaza também é enfraquecido pelo bloqueio imposto há dois anos por Israel.

Tudo o que sabemos sobre:
Faixa de Gazagripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.