Fala de Hillary deve pregar unidade em prol de Obama

Os partidários de Hillary Clinton podem ser cruciais para a caminhada de Barack Obama na eleição presidencial. A ex-rival do senador pela indicação do Partido Democrata discursará na noite de hoje na convenção nacional da sigla com a missão de aplacar o descontentamento dos aliados e convencê-los a apoiar Obama. Nos dois meses após sua desistência, a ex-primeira-dama se colocou ao lado do senador por Illinois. Enquanto isso, o democrata sofre com os ataques do rival republicano, John McCain, e inclusive com a falta de adesão de uma parcela dos partidários de Hillary, que se recusa a apoiá-lo.O discurso da senadora por Nova York, um momento crucial no segundo dos quatro dias da convenção, ocorre após a mulher de Obama, Michelle, e o senador Edward Kennedy terem feito, no dia anterior, exposições pela unidade partidária como único modo de derrotar os republicanos. Obama falará na quinta-feira, último dia da convenção, quando aceitará a nomeação como candidato à presidência pelo Partido Democrata.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.