Google Maps
Google Maps

Falsa ameaça de bomba provoca atraso em voo de Assunção para Madrid

Alerta mobilizou esquema de segurança em aeroporto paraguaio após ligação anônima denunciar que bagagem a bordo da aeronave teria explosivos

O Estado de S.Paulo

16 Dezembro 2018 | 03h14

ASSUNÇÃO - Neste sábado, 15, um voo da companhia aérea Air Europa sofreu um atraso de uma hora e meia para decolar do aeroporto internacional de Assunção, no Paraguai, com destino a Madrid, na Espanha, por conta de uma falsa ameaça de bomba. O alerta, que mobilizou um esquema de segurança no local, foi provocado por uma ligação anônima.

"Um homem falando com termos aeronáuticos pediu que tomasse nota de uma denúncia identificando um voo em particular onde viria uma mala que conteria material perigoso ou explosivo", disse Edgar Melgarejo, titular do Direção Nacional de Aeronáutica Civil (Dinac).

Ainda de acordo com Melgajero, o autor do telefonema era um homem e seu número era do Estado do Alabama, nos Estados Unidos.

O avião vinha de Córdoba, na Argentina, e aterrissou em Assunção para uma escala antes de partir para Madrid. A aeronave e todas as bagagens foram vistoriadas pela Força de Operações Policiais Especiais (FOPE).

O delegado Juan Agüero, da FOPE, informou que um dos cães farejadores reagiu a uma mala que foi aberta e tinha no seu interior uma quantidade de pedras, as quais poderiam ter restos de pólvora e proceder de uma pedreira. A bagagem era propriedade de um cidadão espanhol que disse ter recolhido as pedras em La Rioja, na Argentina.

Após o cumprimento dos protocolos de segurança e revista de passageiros, nenhum explosivo foi encontrado. A Secretaria de Inteligência do Paraguai deverá prosseguir na investigação do caso. \ EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.