Falso alarme de bomba na embaixada do Brasil em Caracas

A polícia venezuelana desocupou hoje o edifício que sedia a embaixada do Brasil em Caracas, após um telefonema alertar para a suposta presença de uma bomba no local.A torre Mohedano, num exclusivo bairro do leste da capital, foi totalmente desocupada esta manhã durante duas horas, devido a um alarme que, como comprovaram em seguida as autoridades, era falso. O edifício foi cercado pela polícia municipal de Chacao, cujos agentes determinaram, após uma detalhada inspeção, que não havia nenhum explosivo no local. Uma semana atrás, a polícia desocupou outro edifício do leste de Caracas que abriga os escritórios do consulado da Espanha, Equador e Japão, após receber outro falso alarme. No início deste mês, os edifícios da embaixada da Espanha e do consulado da Colômbia em Caracas foram alvos de poderosos ataques explosivos, que deixaram quatro feridos leves e enormes danos materiais, em meio a um conturbado clima político.

Agencia Estado,

13 de março de 2003 | 15h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.