Falta de imigrantes reduz população judaica em Israel

A taxa de crescimento da população judaica em Israel diminuiu 0,6% desde 2001 em relação ao ano anterior, devido principalmente ao baixo nível de imigração registrado no último decênio. Com a chegada do ano-novo judaico, no próximo sábado, o Escritório Central de Estatísticas israelense divulgou seu informe anual, no qual especifica que a população total de Israel (6.592.000 habitantes) em 2001 aumentou 2,1%, índice correspondente a 133.000 pessoas.A taxa de crescimento da população judaica, no entanto, foi de apenas 1,4%, contra a média de 1,8% registrada na segunda metade dos anos 90. A porcentagem de população judaica em Israel desceu de 77,8% em 2000 para 77,2% em 2001, uma queda em grande parte devida ao cada vez maior número de imigrantes - o que vem ocorrendo desde 1990, com um diminuição de 28% em relação a 2000. Os árabes, enquanto isso, continuam representando 19% da população de Israel, com 15,4% de muçulmanos, 2,1% de cristãos e 1,6% de drusos, enquanto que 3,5% estão classificados como "sem religião".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.