Família de Kadafi foge em avião venezuelano, diz Xinhua

Rede americana NBC havia dito que líder líbio estava se preparando para deixar país

AE, Agência Estado e EFE

19 de agosto de 2011 | 10h43

TÚNIS - Um avião venezuelano aterrissou na ilha de tunisiana Djerba, com familiares do líder líbio Muamar Kadafi a bordo, informou a agência de notícias estatal chinesa Xinhua, citando como fonte a rádio tunisiana Mosaique FM. A notícia foi divulgada pelo correspondente da rádio na fronteira entre a Tunísia e a Líbia.

 

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos da ditadura na Líbia

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia

O correspondente, que citou um fonte rebelde da cidade de Benghazi, disse que os familiares de Kadafi devem deixar a Tunísia em breve com destino à capital da Venezuela, Caracas, afirmando também que isso representa "o início do fim do governo de Kadafi".

A fonte também afirmou que é muito provável que o próprio Kadafi não esteja mais em Trípoli, após ataques aéreos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) realizados contra sua residência durante a noite.

 

A rede americana NBC já havia afirmado nesta sexta que Kadafi estava preparando-se para fugir de seu país nos próximos dias.

Fontes disseram à emissora que "os relatórios dos serviços de inteligência indicam que Kadafi está fazendo planos para deixar a Líbia com sua família".

"Os relatórios indicam que (Kadafi) poderia ir para a Tunísia, onde é possível que receba asilo político", acrescentou a NBC.

Nesta semana, o secretário da Defesa dos EUA, Leon Panetta, afirmou que "as forças de Kadafi estão debilitadas" e que os dias do líder à frente de seu país estão contados.

Tudo o que sabemos sobre:
LÍBIAKADAFIFUGATUNÍSIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.