Família é chacinada no Japão

Sete membros de uma mesma família foram esfaqueados até a morte no oeste do Japão. Um oitavo membro da família ficou ferido. Investigadores interrogam um suspeito que teria confessado a chacina, informou a polícia. O homem de 47 anos disse ser parente das vítimas. Ele contou ter esfaqueado os quatro homens e três mulheres em duas casas separadas e admitiu ter incendiado uma terceira casa pertencente à família, prosseguiram policiais do Estado de Hyogo. O motivo dos assassinatos ocorridos na cidade de Kakogawa ainda é desconhecido, disseram investigadores. Mais tarde, a emissora pública de televisão NHK disse que o suspeito contou às autoridades que foi induzido a cometer o crime por "anos e anos de ódio". Kakogawa situa-se a cerca de 450 quilômetros de Tóquio. O que sobrevivente foi internado em um hospital da região, disse um oficial de polícia sob condição de anonimato. As pessoas assassinadas tinham entre 26 e 80 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.